A raiz de todo o bem

Existem diferentes variedades de ginseng que se encontram classificadas em dois tipos – o coreano e o americano. O ginseng coreano, também conhecido como Panax Ginseng, é o mais valorizado dos dois tipos devido às suas propriedades e maior concentração de ginsenósidos.

Esta concentração pode variar também de acordo com a idade da planta e os métodos de extração do produto.

Existe ainda uma terceira variante, designado de ginseng siberiano, mas que não se considera como um ginseng verdadeiro pois é um parente distante da raiz de ginseng.

Ganoderma

Amplamente utilizado na medicina oriental, a utilização do cogumelo Ganoderma Lucidum – também conhecido por Reishi (Japão) ou Língzhi (China)–, na medicina ocidental tem registado um forte crescimento devido à existência de maiores evidências das suas potencialidades medicinais. Os componentes, deste tipo de cogumelo, têm sido amplamente associados a benefícios no tratamento do cancro e diabetes, contribuindo para o normal funcionamento do sistema imunitário e na redução das inflamações. É rico em aminoácidos essenciais, polissacarídeos, proteínas, minerais, vitaminas e uma grande variedade de enzimas.
Tem mais de 150 antioxidantes e 200 fito-nutrientes, sendo considerado um super-alimento.

Gingko Biloba

A Ginkgo Biloba é uma das espécies de árvores mais antigas do mundo. Existem evidências fósseis com 170 milhões de anos. Esta planta, originária da Ásia, pode viver mais de 1000 anos e crescer até alturas de 35 metros. É usada na medicina há mais de 1000 anos, sendo atualmente um dos fitoterápicos mais usados no mundo. É reconhecida pelos seus alegados benefícios antioxidante, no tratamento de problemas de memória, falta de energia, falta de concentração, impotência sexual, entre outros.

Geleia Real

A Geleia Real tem sido descrita como um dos mais perfeitos alimentos produzidos pela natureza. É tradicionalmente usada como estimulante em caso de fadiga, falta de energia, falta de apetite, convalescença e para reforçar as defesas do organismo. É distinguida pelo seu elevado valor nutricional que lhe confere notáveis acções fisiológicas e lhe dá o estatuto de super-alimento. Na sua composição destacam-se a água, proteínas, hidratos de carbono, ácidos gordos, elevado teor em vitaminas – com destaque para o ácido pantoténico e outras vitaminas do complexo B –, minerais, enzimas, hormonas e outros componentes antioxidantes.
De destacar o ácido 10-hidroxidecenóico, designado de factor antibiótico pela sua ação contra bactérias e fungos.

Óleo de Fígado de Bacalhau

O óleo de fígado de bacalhau é uma fonte natural de ácidos gordos ómega-3 – na forma de EPA e DHA – e das vitaminas A e D. A vitamina A contribui para a manutenção de uma pele e de uma visão normais.
A vitamina A e a Vitamina D contribuem para o normal funcionamento do sistema imunitário.